Motorista de aplicativo é resgatado após ameaçar se jogar de edifício

O motorista do aplicativo de transporte 99 foi resgatado na manhã desta quarta-feira, 1º, pelo Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), após ameaçar se jogar da janela do 22º andar de um edifício comercial na avenida Tancredo Neves, em Salvador.

A tentativa de se lançar do prédio teria ocorrido após ele sofrer um surto ao saber que a empresa que prestava serviço, e que funciona no Salvador Trade Center, se recusava a pagá-lo. Informações iniciais dão conta de que a dívida acabou sendo paga depois da ameaça do motorista, que chegou a quebrar uma janela do escritório da 99 e alguns objetos na empesa.

Depois de uma negociação, por volta das 9h10, equipes da 35ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) isolaram a área, enquanto os bombeiros iniciavam as manobras de resgatar o homem, que não teve a identidade revelada.

Após ser socorrido por equipes do Salvar, ele, que mora na Liberdade, foi levado ao Hospital Mário Leal, onde está internado. Familiares acompanham o motorista, que deve ser avaliado por uma equipe médica após o surto.

Em nota, a empresa informou que o “motorista da plataforma procurou presencialmente a equipe de suporte do aplicativo em sua unidade de atendimento em Salvador” e que “o condutor gerou um incidente de segurança no local, colocando em risco a sua própria vida e a de terceiros”.

A empresa ainda disse que “o setor de segurança da empresa, com apoio dos bombeiros, conseguiu acalmá-lo e controlar a situação. A 99 mantém contato com o motorista para fornecer toda a ajuda e total apoio”.

A 99 ainda pontuou que “se encontra aberta para colaborar com as autoridades e lamenta profundamente a situação” .

A empresa também se posicionou a respeito do pagamento: “A 99 informa que adota procedimento rigoroso e cuidadoso na contabilização das chamadas. Quaisquer corridas que apresentem indícios de irregularidade são alvos de suspensão para averiguação, conforme estabelecido no regulamento das promoções. Quando não são encontradas discrepâncias, o padrão é efetuar o pagamento até o dia seguinte da campanha”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*