Jovem e mulher são alvos de atentado no Cabula

Caso ocorreu na rua Major Vitorino Palma no domingo

Uma mulher e um adolescente foram baleados, na madrugada do domingo passado, na rua Major Vitorino Palma, na Estrada das Barreiras, no Cabula – na localidade conhecida como Ladeira do Panical. Informações preliminares dão conta de que os autores foram policiais militares que faziam ronda e que a mulher, identificada como Elaine Ferreira Freitas, 33 anos, seria mulher de um PM.

Ela foi atingida nas costas e na perna esquerda quando passava de carro na companhia do marido, que não teve o nome revelado. Já o adolescente foi ferido nas nádegas.

Ambos foram levados ao Hospital Geral Roberto Santos, no Cabula, passaram por cirurgia e, até esta segunda, 6, permaneciam internados. O estado de saúde deles não foi informado.

Na mesma ação, Davi Mota, 18 anos, sofreu escoriações pelo corpo ao cair de uma escadaria quando tentava fugir dos tiros. Ele também foi levado à unidade de saúde, mas já teve alta.

Silêncio

Segundo registro no posto da Polícia Civil do hospital, no momento do tiroteio acontecia uma festa na sede da associação de moradores. “Não fiquei sabendo de nada, não. Estava dormindo”, falou um morador, enquanto conversava com um grupo de amigos. A reportagem tentou falar com outros moradores, que evitaram comentar o fato.

O delegado Thiago Pinto, titular da 11ª Delegacia Territorial (Tancredo Neves), não foi localizado. Conforme informações da assessoria de comunicação da Polícia Civil, não consta nenhum registro no sistema do órgão que indique a ocorrência de pessoas baleadas na madrugada do domingo, no Cabula.

Em nota, o Departamento de Comunicação Social (DCS) da Polícia Militar disse que: “A Corregedoria Geral da Polícia Militar irá instaurar um procedimento apuratório para investigar as circunstâncias do fato”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*