Bahia arranca empate no fim diante do Flu e segue fora do Z-4

O Bahia teve uma boa atuação e arrancou um empate em 1 a 1 com o Fluminense, na noite deste domingo, 5, com um gol marcado já nos minutos finais no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Com este resultado, o Tricolor vai aos 18 pontos e consegue manter-se fora da zona de rebaixamento, na 15ª colocação do Brasileirão. Já o clube carioca fica com 22 pontos, ocupando a 9ª posição.

No primeiro tempo, o tricolor baiano tomou as ações da partida e desperdiçou diversas chances de ataque. Apesar da superioridade, os visitantes acabaram levando o primeiro gol do confronto após um belo chute do atacante Pedro. O artilheiro bateu forte de fora da área e abriu o placar para o Flu.

Já na segunda etapa, o duelo foi menos intenso e mais truncado com faltas a todo instante. O Bahia seguiu tentando empatar e o time carioca jogando nos contra-ataques. Perto do fim da partida, após diversas tentativas, o atacante Edigar Junio igualou o marcador de cabeça para o Esquadrão após bom cruzamento do meia Élber.

A equipe do técnico Enderson Moreira volta à campo diante do Atlético Cerro (URU), na próxima quarta-feira, 8, às 21h45, em Montevidéu (Uruguai). Pelo Brasileirão, o Tricolor encara o América-MG, no sábado, 11, às 19h, na Arena Fonte Nova.

O jogo

A partida se iniciou com o Bahia pressionando os donos da casa. Logo no primeiro minuto, o meia atacante Zé Rafael teve uma boa escapada ofensiva, mas não cruzou, nem chutou. Aos 16, o meia Vinícius assustou o goleiro Júlio César, ao acertar um belo chute que passou raspando a trave.

O time carioca respondeu logo em seguida em um bom chute de Sornoza, que desviou na defesa tricolor. Em seguida, aos 21 minutos, o Flu abriu o placar, após boa jogada do garoto Matheus Alessandro, a bola sobrou para o artilheiro do Brasileirão, o centroavante Pedro, que finalizou sem chance de defesa para o goleiro Anderson, colocando 1 a 0 no placar.

Atrás do marcador, o Bahia seguiu se lançando ao ataque e o Fluminense respondendo nos contragolpes. Aos 24 e 27 minutos da etapa inicial, o tricolor baiano chegou com perigo com Vinícius e Zé Rafael, que exigiu uma grande defesa do arqueiro Júlio César, mas o placar seguiu inalterado.

O segundo tempo começou mais equilibrado e com muitos erros de passes. O Bahia só chegou ao ataque aos 5 minutos em uma cabeçada do volante Élton. Aos 22, o meia Sornoza teve uma boa chance de ampliar o marcador para o Flu, mas acabou usando a mão e cometendo falta.

O tricolor só voltou a assustar aos 24 minutos. A bola sobrou para o artilheiro Gilberto, que demorou de finalizar e perdeu grande chance de empatar a partida. Em seguida, aos 28, o jovem Matheus Alessandro respondeu, de frente com o goleiro Anderson, desperdiçou a última oportunidade clara da partida para o time carioca.

Aos 36 minutos do segundo tempo, de tanto insistir, o Bahia conseguiu o empate. Após belo cruzamento do meia atacante Élber, o centroavante Edigar Junio subiu de cabeça e igualou o marcador, dando números finais a partida em 1 a 1.

No final, ainda houve tempo para uma pequena confusão. O volante Airton, do Fluminense, não devolveu uma bola aos jogadores do Bahia, que tinham parado uma jogada por conta da contusão do zagueiro Ibañez, e acabou gerando um tumulto, que logo foi resolvido após o apito final do juiz.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*