Comoção e revolta marcam sepultamento de mestre Moa do Katendê

O corpo do mestre de capoeira e compositor Romualdo Rosário da Costa, de 63 anos, conhecido como Moa do Katendê, foi enterrado sob clima de comoção e revolta na tarde desta segunda-feira, 8, no cemitério Quinta dos Lázaros, no bairro da Baixa de Quintas, em Salvador.

Ele foi morto a facadas na noite deste domingo, 7, após uma discussão política no Bar do João, na comunidade do Dique Pequeno, no Engenho Velho de Brotas. O suspeito foi preso.

O sepultamento, que reuniu familiares e amigos, ocorreu por volta das 17h e foi marcado por gritos de ‘Ele Não’, já que Moa do Katendê havia manifestado apoio a Fernando Haddad (PT).

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*