E.C Vitória: Sindicato pede reintegração, mas grupo segue afastado dos treinos

Depois de afastar um grupo de jogadores do elenco principal, o Vitória foi procurado pelo Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado da Bahia. De acordo com Ronaldo Passos, diretor jurídico da entidade, o clube foi aconselhado a reintegrar os atletas para evitar penalizações por assédio moral.

“O jurídico do Vitória foi acionado e comunicado dos riscos. Demos exemplos de clubes que foram penalizados, como Palmeiras, com Felipe Melo”, explicou Ronaldo. Ainda de acordo com o diretor, os atletas afastados não precisam necessariamente trabalhar junto com o grupo, mas devem treinar no mesmo horário para evitar constrangimento.

“Eles estão no mesmo horário que o elenco, mas fazem funções diferentes. Estão com os companheiros, isso que importa. O tipo de treinamento é função do treinador aplicar”, disse.

O que foi apurado, no entanto, é que o grupo afastado segue com treinos em turnos opostos ao do elenco principal. De acordo com o Vitória, os horários de trabalho coincidiram apenas na segunda-feira, porque o Vitória trabalhou em dois períodos na Toca do Leão.

Chegadas e partidas

O Vitória está próximo de ganhar um reforço para o sistema defensivo. O zagueiro Everton Sena, que defendeu o Novorizontino durante o Campeonato Paulista, já está em Salvador e acerta os últimos detalhes antes de ser anunciado.

Por outro lado, Thales, que veio do Internacional por empréstimo em janeiro, encaminha a ida para o Londrina. O defensor está na lista de jogadores afastados pela diretoria.

Eleições

Alvo de uma denúncia na semana passada, Paulo Carneiro segue na disputa pela presidência do Vitória. Nesta terça-feira, 16, o pedido de impugnação foi rejeitado na comissão eleitoral.

Todas as chapas inscritas foram homologadas e vão poder participar da eleição geral marcada para o próximo dia 24.

Fonte: A Tarde

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*