Jovem morto no carnaval de Salvador é sepultado e parentes se revoltam pela falta de segurança na folia

JOVEM MORTO NO CARNAVAL DE SALVADOR É SEPULTADO

Baleado no carnaval e depois declarado com morte cerebral, o jovem Jeferson São Pedro Almeida, de 21 anos, foi enterrado neste domingo (10), em Inhambupe, no agreste baiano sob forte revolta de familiares, amigos e parentes.

Jeferson foi baleado na sexta-feira de carnaval (1°) quando acompanhava o desfile do bloco Olodum, no circuito Osmar (Campo Grande). A morte cerebral dele foi confirmada na quarta-feira (6), cinco dias depois do crime, pelo Hospital Geral do Estado (HGE), onde Jeferson seguia internado em estado grave.

Segundo relato da mãe dele, Joice Pinheiro do São Pedro, Jeferson não costumava passar o carnaval em Salvador. Ele viajaria no dia 2 para Cabuçu, no recôncavo baiano, onde passaria o restante do período da festa. Ainda segundo a reportagem, o jovem tinha acabado de encontrar a mãe no circuito do carnaval. Ele tinha se afastado dela para comprar um refrigerante quando foi atingido.

Durante o sepultamento familiares revoltados cobraram ao governador uma atitude pela falta de segurança durante a folia. Para uma prima que pediu anonimato disse em voz alta: “Hoje foi meu primo e no próximo carnaval quem será?. Governador acorda para a vida”.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*