Vitória bate Vila Nova, ganha a segunda fora e encerra jejum

Antes de iniciar a partida contra o Vila Nova-GO, ainda era uma incógnita saber sobre a evolução do Vitória no returno da Série B, já que, apesar dos seis jogos de invencibilidade, os últimos confrontos haviam terminado empatados. No entanto, na noite desta terça-feira, 3, o Leão sanou a dúvida e venceu a equipe da casa, dentro do Estádio Olímpico, pelo placar de 2 a 0, ganhando a segunda fora de casa e encerrando o jejum de triunfos. Os gols foram marcados pelo atacante Wesley, todos no primeiro tempo.

Com o resultado, o Leão chega aos 24 pontos e se mantém fora da zona de rebaixamento. Já o Vila segue no Z-4 com 21 pontos, na 17ª posição. Depois de uma sequência de seis jogos em 14 dias, o Leão terá uma folga nesta semana e só volta a jogar no próximo dia 14, um sábado, contra o Guarani, no Barradão, em Salvador. O confronto é válido pela 22ª rodada da Segundona.

O jogo

Com as linhas bastante recuadas, a impressão que o Vitória passou no início da partida é de que respeitaria o Vila Nova. Com extrema dificuldade de sair jogando, o Leão abusava dos chutões e ligações diretas para o ataque, mas todas sem sucesso. Do outro lado, o Alvirrubro parecia ter encontrado a ‘mina de ouro’ pelas laterais do Rubro-Negro, alvo constante das subidas da equipe goiana no primeiro tempo.

Mesmo com a incessante pressão, faltou competência à equipe da casa em acertar o último passe que concretizasse o avanço do time. Assim, durante todo o primeiro tempo, o Tigre não levou perigo à meta de Ronaldo. Por outro lado, o Vitória foi mais eficiente. Na primeira oportunidade da equipe baiana, aos 27 minutos, após escanteio cobrado por Gedoz, a defesa adversária afastou e Wesley tratou de balançar as redes, após contar com uma ajudinha da zaga adversária.

Com o psicológico abalado, o Vila Nova começou a ver o Leão trocar passes com facilidade até encontrar o segundo gol. Aos 39, depois de bela tabela entre Wesley e Anselmo Ramon, o centroavante serviu de calcanhar para o camisa 99 marcar o segundo dele na partida e fazer o Leão ir para o vestiário com uma vantagem mais confortável.

Nna segunda etapa, logo de cara, Marcelo Cabo tentou ir para o tudo ou nada. Ainda no intervalo, o comandante do Vila tirou o volante Ramon e o atacante Benitez para as entradas de Mailson e Carlinhos, ambos atacantes. A substituição fez efeito e, no primeiro minuto, a dupla fez sua primeira jogada. Mailson chutou cruzado e Carlinhos quase empurrou para o gol, mas a bola passou entre as pernas.

Se por um lado a equipe goiana vinha forte para o ataque, os comandados de Carlos Amadeu pareciam apenas querer administrar o resultado. Durante quase toda o segundo tempo, a equipe baiana esteve atrás da linha do meio-campo e, quando tentava puxar o contra-ataque, Anselmo Ramon avançava sozinho, precisando segurar a bola na espera dos demais companheiros subirem.

Enquanto isso, a estrela de Ronaldo começava a brilhar no estádio Olímpico. Aos 12 minutos, Alan Mineiro cobrou falta na barreira. Na sobra, Diego Jussani cruzou para a área, a bola passou por todo mundo e o arqueiro espalmou no susto. Três minutos depois, aos 15, Mailson subiu pela direita, levou até a linha de fundo e chutou fechado para mais uma boa defesa.

Quando Ronaldo não impedia o gol do Vila, a trave tratava de realizar a mesma função. Com 21 minutos, Alan Mineiro cobrou mais uma falta na área do Vitória, a bola passou novamente por todo mundo e explodiu no poste. Com investidas sem sucesso, o Tigre começava desanimar na partida, passando a atacar menos a meta do Leão.

Porém, aos 50 minutos, no último lance da partida, a trave estava lá outra vez para impedir que fosse anotado o gol de honra da equipe mandante, após cebeceio de Carlinhos. Assim, Leandro Bizzio Marinho levantou os braços, sacramentando o segundo triunfo do Leão longe de Salvador.

*Informações do editor Nelson Luis

Seja o primeiro a comentar

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Comunidade Autêntica. É de inteira responsabilidade de seus autores podendo responder caso violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.